Editorial de moda || A mulher da guerra

Pessoal,
finalmente posso compartilhar com vocês o meu primeiro editorial de moda, já faz um bom tempo que fiz ele, mas precisava esperar passar o Moda Pelotas para poder compartilhar as fotos da saia que participou do desfile! Então é o seguinte, nesse terceiro semestre o nosso projeto teve como tema a Segunda Guerra Mundial e como delimitação de tema escolhi me aprofundar no utilitarismo da roupa feminina, pois foi um período que a mulher precisou sair do conforto de sua casa para trabalhar. E como foco desse semestre, além da criação de uma coleção de moda, tínhamos que produzir um editorial de moda sozinhos e lá fui eu me arriscar. Precisávamos criar uma saia conceitual para o desfile no Moda Pelotas.

A mulher da guerra  
No meio da desordem e escassez de tempo, buscou-se suprir as necessidades dessa mulher, que deseja estar na moda sem precisar ceder muito do seu tempo para encontrar a peça de roupa ideal.
Eu não tinha modelo até uma amiga me mandar mensagem dizendo que passaria alguns dias em Pelotas, então lá fui eu terminar a saia num final de semana, pois iríamos fotografar na segunda. Como fiz só a parte de baixo, resolvi comprar algumas ataduras para compor a parte de cima do look, tentei tingir de preto mas não deu muito certo, mas, pelo menos ficou esse tom que não é totalmente branco, fui até o Corpo de Bombeiros de Pelotas e consegui emprestado uma máscara de gás e um capacete para compor as cenas das fotos. 
Escolhi duas locações para fazer as fotos, o primeiro local foi no Mercado Central, por ter toda uma estrutura industrial, combinou super bem para relembrar onde a mulher dos anos 40 e o segundo local foi na escadaria do prédio da Secretaria da Cultura.
O dia estava chuvoso e apesar de ter começado a fotografar no início da tarde a iluminação não estava suficientemente boa, e as fotos são bem amadoras, pois eu e mais uma colega fizemos, ah não só as fotos, fizemos a produção, as fotos, maquiagem, cabelo, tentamos compor o cenário com o que tínhamos disponíveis.
Apesar de todo amadorismo, para o primeiro editorial eu gostei muito do resultado, é claro que depois de ver o resultado eu mudaria algumas coisas, mas é sempre assim.
Só tenho a agradecer por todos que me ajudaram de alguma forma, a prof. Frantieska que sempre nos incetiva a dar o nosso melhor, e está sempre disposta a ajudar (sempre acrescentando), seja com dicas, ideias novas para melhorar, peças de acervo pessoal para compor looks hahaha a minha colega Maira que topou essa indiana em plena segunda-feira e com chuva, carregou mil coisas pra cima e pra baixo comigo, fez fotos, fez make, cabelo e me ajudou muito em cada detalhe, agradeço a Mayara (meu presente da engenharia) que passou um dia como minha modelo e foi maravilhosamente bem, a parceria foi ótima! Agradeço muito aos bombeiros pelos empréstimos e a colega Victória que emprestou o calçado, ao pessoal do prédio da Secult que foram super gente boa quando chegamos pedindo para fotografar e quando precisamos de um local para trocar de roupa (bem diferente do mercado público, que o uso de um simples banheiro gerou um tremendo transtorno por causa de uma das comerciantes de lá), mas enfim, assim vou aprendendo, vou sabendo com quem posso contar e deixo como dica uma coisa que a prof. de projeto falou no final do semestre "não tenham vergonha de pedir ajuda", não é feio precisar dos outros, muito menos pedir ajudar, pois, do mesmo jeito que adoro ajudar/participar do projeto de outras pessoas, tem quem seja assim também, e saibam para quem pedir ajuda, pessoas que possam acrescentar nas tuas ideias certo! Até próxima gente.
Beijos

Um comentário: